Buscar
  • ForBeer

Cerveja de Caatinga Rocks e Beeva Brazil celebra 204 anos de Alagoas

Com mel, a Alagoas Sour Ale colaborativa entre as duas empresas marca o aniversário do Estado



Mel de abelha e cerveja artesanal, essa mistura marca a união de duas empresas alagoanas que juntaram suas potencialidades na produção da Alagoas Sour Ale, cerveja comemora os 204 anos de Alagoas. O rótulo colaborativo da Caatinga Rocks - em parceria com a Beeva Brazil - tem personalidade e alinha o potencial gastronômico do estado em uma colaborativa inédita. A receita é do mestre-cervejeiro Rafael Leal, da Caatinga Rocks, que revisita um estilo secular alemão comumente servido com xaropes, a clássica Berliner Weisse.


“A proposta dessa cerveja é de ser leve. Ela possui um baixo teor alcoólico e alta percepção de frescor, além de ser aromática e bastante refrescante. Ela é feita com trigo e tem uma fermentação de superfície que chega à acidez com bastante equilíbrio”, ressalta Rafael Leal.


Rafael teve contato com todas as etapas de processamento dos derivados da apicultura, frutos da Caatinga, bioma exclusivamente brasileiro e que ocupa 44% do território alagoano.


O rótulo sazonal da cervejaria tem como diferencial o uso do Mel Caatinga Bamburral da empresa Beeva Brazil que nasceu nas Alagoas e tem uma proposta bastante consistente: utilizar o ecossistema de forma mais sustentável. Através do fomento com apicultores, a empresa trabalha com o manejo das abelhas de forma adequada, preservando o perfil de cada florada e de acordo com o bioma da região.


COMO BEBER A SOUR ALE

Assim como os alemães, no lugar do xarope, os alagoanos devem servir a Alagoas Sour Ale adicionando mel ao copo, intensificando, assim, a experiência única de aproximar as riquezas e sabores encontrados no Estado.


“Nossa cerveja é ideal para harmonizar com pratos frescos da gastronomia alagoana e nordestina, ou simplesmente com um dia de sol na praia”, finaliza Leal.


Fonte: Revista Beer Art


1 visualização0 comentário